Remédio naturais para dormir

Nosso relógio biológico nos alerta para nossas necessidades naturais, como comer e dormir, mas ele não possui uma hora de “fabrica” para essas atividades.

Desta forma, podemos nos habituar a ir dormir três da manhã e acordar ao meio dia, o que certamente não é um bom horário de descanso.

Dormir é vital para ser produtivo, manter o bom humor e ter uma boa energia para realizamos nossas atividades.

Veja alguns remédios naturais para dormir bem e evitar a insônia.

Chá de erva-cidreira

Para conseguir dormir, precisamos estar relaxados e de mente calma.

O chá de erva-cidreira garante o relaxamento necessário para espantar a insônia, bastando tomar um 500 ml uma hora antes de se deitar.

Chá de valeriana

A valeriana é uma ótima planta quando falamos de dormir, pois permite um relaxamento profundo.

As raízes da valeriana são muito poderosas, mas se tomada em excesso pode causar alucinações.

Uma xicara de chá de valeriana é suficiente contra a insônia.

Chá de folhas de maracujá

As folhas de maracujá são ótimas para uma boa noite de sono, pois possuem substâncias calmantes.

Uma xícara de chá de folhas de maracujá, cerca de uma hora antes de se deitar, ajuda a dormir melhor.

Tenho um horário fixo

Nada melhor do que ir deitar em determinado horário e acordar sempre na mesma hora no dia seguinte.

Para isso, você deve acostumar seu corpo a ir dormir em um horário estabelecido, mantendo, se possível, oito horas de sono.

Facilite seu sono

Evite dormir com a televisão ligada, pois os sons podem te atrapalhar a ter um sono profundo, o que dará uma sensação de noite mal dormida.

Deixe o celular em outro cômodo, pois estamos habituados a executar uma rotina quando ouvimos o celular tocar ou vibrar, o que pode estragar completamente seu sono.

Não coma antes de dormir, pois a ingestão de alimentos faz com que nosso corpo permaneça trabalhando, o que pode te atrapalhar a dormir.

Hepatite – O que é?

Hepatite é um tipo de doença inflamatória do fígado que pode ser transmitida tanto por remédios ou por vias sexuais, tudo depende do tipo do vírus que a acometeu. Ao todo, são três tipos de hepatite: A, B ou C.

Hepatite A

Tem vacinação disponível no sistema de saúde e é uma das menos comuns, também ataca o fígado.

Hepatite B

Existe vacinação prevista no calendário nacional e é transmitida por vias sexuais, sendo considerada uma doença sexualmente transmissível. É um dos vírus da hepatite mais perigosos.

Hepatite C

É a versão mais comum do vírus da hepatite e pode ser transmitida pelo contato sexual ou contato direto com sangue de uma pessoa contaminada.

Coisas que você precisa saber sobre a hepatite

A hepatite A, a hepatite B e a hepatite C são todas doenças diferentes.


Cada tipo de hepatite é causada por um vírus diferente e se espalha de maneiras diferentes. A hepatite a não causa uma infecção a longo prazo, embora possa deixar as pessoas muito doentes. A hepatite B e a hepatite C podem tornar-se infecções crónicas e duradouras e causar graves problemas de saúde.

Hepatite B e C crônicas podem causar danos graves no fígado, incluindo danos no fígado, cirrose e até mesmo câncer de fígado. Na verdade estima-se que 60% dos casos de câncer de fígado estão relacionados à hepatite B ou C.

A maioria das pessoas com hepatite crônica não sabe que estão infectadas.

Mais de quatro milhões de americanos vivem com hepatite crônica nos Estados Unidos e nas Américas, mas a maioria não sabe que estão infectados. Muitas pessoas vivem com hepatite crônica por décadas sem sintomas ou se sentir doente.

Tratamentos salva-vidas estão disponíveis para a hepatite B crônica e novos tratamentos estão disponíveis que podem curar a hepatite C ainda, ser testado é a única maneira de saber se você está infectado. Leve a avaliação de risco de hepatite do CDC para ver se você deve ser testado para hepatite viral.

Remédios caseiros para menopausa – Soluções naturais

A menopausa e o desconforto que a acompanha incluem afrontamentos, insônias e alterações de humor bruscas. Uma condição natural, mas temida para as mulheres de qualquer lugar do mundo, a menopausa não parece ter quase o mesmo efeito sobre as mulheres na China. Mas porque? Simplesmente porque por lá os remédios caseiros funcionam, sem nem necessidade de reposição hormonal.

remedio natural chines para menopausa

É um fato interessante que 75% das mulheres americanas experimentam perceptível desconforto na menopausa, enquanto apenas 10% das mulheres asiáticas experimentam o mesmo, diferença brusca, não?. Sendo assim, vale a pena considerar que alguns dos fatores envolvidos nesta diferença estão relacionados com a dieta e a Medicina Tradicional Chinesa (TCM), que são ambos compostos de elementos naturais, ao contrário do tratamento ocidental mais comum para a menopausa: terapia de substituição hormonal.A ideia de que a comida pode ser usada medicinalmente é uma crença cultural inerente à China, bem como um princípio fundamental da TCM.

O efeito que a dieta tem sobre a saúde de alguém é agora comumente aceito. As três principais causas de morte nos Estados Unidos — ataque cardíaco, câncer e acidente vascular cerebral, estão intimamente relacionadas a uma dieta pobre. Portanto, porque não acredita que os remédios caseiros podem mesmo aliviar os sintomas da menopausa? Vamos às opções das chinesas:

Ginseng e Dang Kui são ervas que também podem ajudar a aliviar alguns dos desconfortos associados com a menopausa. Estas duas ervas são frequentemente usadas na medicina chinesa, combinada com outras em uma fórmula de ervas adaptada para o paciente.

Fórmulas de ervas chinesas são frequentemente prescritas para ajudar a fadiga, dores de cabeça, insônia e depressão durante a menopausa. Na TCM, pensa-se que uma deficiência em Yin renal causa afrontamentos e insônias. Depois de avaliar o paciente, um praticante seria capaz de criar uma fórmula de ervas, como o Zhi Bai Di Huang Wan, que tem sido usado por centenas de anos e tem sido conhecido para reduzir os calorões.